logo

0800 283 0494

facebookyoutubetwitterinstagran

MUDE PARA O UNIFOR-MG

40% DE DESCONTO NA OBTENÇÃO DE NOVO TÍTULO 

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE GRATUITAMENTE

imag2

A aluna do 6º período de Biomedicina, Verônica de Castro Ferreira Palhares, apresentará o trabalho "Avaliação da taxa de crescimento de Staphylococcus aureus relacionado à presença de metais encontrados em cosméticos utilizando o método pour plate" no Primeiro Congresso Mineiro de Biomedicina e Congresso Mineiro de Análises Clínicas. As atividades serão realizadas, entre os dias 12 e 14 de outubro, em Belo Horizonte.

A pesquisa foi realizada pelos seguintes discentes: Verônica de Castro Ferreira Palhares, Karina de Moraes Lima (6º período de Engenharia Química), Saulo Pinheiro Bottrel (6º período de Engenharia Agronômica); além dos pesquisadores: Prof. Dr. Alex Magalhães de Almeida e Profa. Dra. Ivani Pose Martins (coordenadora do Centro de Pesquisa, Extensão, Pós-Graduação e Ensino a Distância - CEPEP). 

O trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Iniciação Científica II e no Laboratório de Microbiologia do UNIFOR-MG, sob a orientação do Prof. Dr. Alex Magalhães de Almeida e da Profa. Dra. Ivani Pose Martins. É um estudo pioneiro na área de verificação da atividade microbiana relacionada à presença de metais em cosméticos.

A pesquisa faz parte do projeto aprovado pelo Centro Universitário de Formiga “Verificação da atividade microbiológica em superfícies recobertas com cosméticos/maquiagem, mensurados a partir do consumo de elementos metálicos contidos no filme de recobrimento”.

Verônica Palhares enfatiza a importância do evento em relação ao crescimento acadêmico e futura atuação profissional. Ela diz ainda que é muito bom conhecer pessoas que atuam na área em diferentes regiões do País e que é muito interessante trocar ideias sobre os trabalhos.

O Prof. Dr. Alex Magalhães de Almeida salienta que a melhor forma de uma instituição ser reconhecida é pela formação de seus alunos e afirmou que o Centro Universitário de Formiga prima sempre pela excelência acadêmica e pela produção científica. 

Pesquisa

Microrganismos requerem distintos nutrientes em diferentes quantidades. Os micronutrientes como ferro, zinco, cromo, cobre e alumínio são necessários para o desenvolvimento microbiano, além de serem matérias-primas essenciais de alguns cosméticos. O objetivo da pesquisa é relacionar o microrganismo Staphylococcus aureus aos minerais citados e verificar se a presença dos elementos em batons favorecem ou diminuem o crescimento microbiano.

Inicialmente foram analisados dois elementos metálicos, cobre e alumínio, utilizando soluções padrão de 1000 mg/L. Para cada metal, utilizou-se 1,0 mL do padrão diluído em 100 mL de água deionizada. Esta solução foi adicionada a placas de petri previamente esterilizadas, nos volumes de 0,1, 0,25 e 0,5 mL, juntamente com 1,0 mL da amostra de Staphylococcus aureus diluída em 10,0 mL de solução salina 0,9% m/v.

Foi utilizado o método pour plate, empregando o Agar Método Padrão (PCA), em triplicata para todos os casos. Para verificar a contaminação, utilizou-se como referência placas com e sem a presença do metal e do microrganismo em questão.

Para a placa contendo apenas o microrganismo, não houve diferença de crescimento em comparação às placas com 0,1 de cobre. Porém, as amostras que continham 0,25 e 0,5 de cobre tiveram um crescimento acentuado. A placa contendo alumínio apresentou grande diferença no crescimento em função da quantidade de alumínio adicionada ao meio.

Pode se concluir que esses dois metais aceleram o crescimento microbiano quando adicionados à amostra, ocorrendo variações que dependem da quantidade do elemento adicionado. Estão em estudo os demais micronutrientes.

AVISE-ME. Receba informações sobre o Vestibular UNIFOR-MG
Autorizo receber newsletter do UNIFOR-MG.