icone buscar
CURSO DE PEDAGOGIA PROMOVE LANÇAMENTO DE LIVRO SOBRE CONSTRUÇÃO DA ESCRITA NO DISCURSO ESCOLAR

CURSO DE PEDAGOGIA PROMOVE LANÇAMENTO DE LIVRO SOBRE CONSTRUÇÃO DA ESCRITA NO DISCURSO ESCOLAR

quinta-feira, 02 de junho de 2022.
CURSO DE PEDAGOGIA PROMOVE LANÇAMENTO DE LIVRO SOBRE CONSTRUÇÃO DA ESCRITA NO DISCURSO ESCOLAR

A egressa do curso de Letras, Ana Paula Santiago, lançou, na quarta-feira, 25/06, o livro “A Construção da Oralidade/Escrita em Alguns Gêneros Escritos do Discurso Escolar”. Já atuou como docente no Centro Universitário de Formiga, é professora de Ensino Universitário, Ensino Médio e Anos Finais do Ensino Fundamental, nas áreas, Língua Portuguesa, Linguística, Literatura Brasileira e Portuguesa e Produção de Textos. É Diretora da Escola Estadual “Dr. Abílio Machado”. O evento ocorreu no Salão Nobre “Eunézimo Lima” e contou com a participação dos alunos do curso de Pedagogia, entre outros convidados.

Participaram da Mesa da Solenidade, a autora, Profa. Me. Ana Paula Santiago, o Prof. Me. Amilton Luiz Vale (prefaciador da obra), o Sr. Wilson Alves Figueira (vice-presidente da Academia Formiguense de Letras).

A Diretora Geral de Ensino do UNIFOR-MG, Profa. Ma. Inêidina Sobreira, a anfitriã da noite, em seu discurso, agradeceu a presença de todos e teceu elogios a respeito do livro de Ana Paula Santiago.

O Prof. Me. Amilton Luiz Vale, na oportunidade, cumprimentou, em especial, os pais da autora e enfatizou como se sentiu honrado, ao receber o convite para prefaciar a obra.

A autora contou que o livro foi resultado de sua Dissertação. Explicou que a Editora APPRIS teve conhecimento desse estudo, por meio do seu currículo na Plataforma Lattes, e manifestou o interesse em colocar o estudo para averiguar interessados pelo tema. Em aproximadamente um mês, a escritora recebeu o retorno, com a proposta de uma publicação.

“Ao longo da minha carreira, são 25 anos de sala de aula, uma das coisas que mais tenho vontade de ensinar para os meus alunos é a escrita, é escrever um texto com coesão e coerência, o mais corretamente possível, dentro dos gêneros textuais. O que mais me tencionou nesse processo é a influência da oralidade nos textos escritos. Os alunos colocam muita oralidade na escrita. O professor tem essa dificuldade em ensinar para os estudantes porque uns textos têm mais influência da oralidade e outros não. O livro é sobre isso. Peguei quatro gêneros próximos da fala e recortei: autorretrato, artigo de opinião, carta pessoal e o diário e trabalhei com os discentes que eu estava em 2006 por um ano”.

Sobre o lançamento no UNIFOR-MG, a autora destacou sua carreira acadêmica e profissional relacionada à Instituição, e disse que este é um centro universitário que respeita demais e onde se sente em casa.

Ana Paula Santiago é graduada em Letras e pós-graduada em Psicopedagogia, ambos os cursos realizados no UNIFOR-MG. É pós-graduada em Leitura e Produção de Textos pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH) e Mestra em Linguagem, Cultura e Discurso pela Universidade Vale do Rio Verde (UninCor).

No final, houve uma sessão de autógrafos.

“A Construção da Oralidade/Escrita em Alguns Gêneros Escritos do Discurso Escolar” tem 97 páginas e está à venda neste link.

Escrita Escolar

“A Construção da Oralidade/Escrita em Alguns Gêneros Escritos do Discurso Escolar” considera a língua como um lugar de interação entre o sujeito-produtor e o leitor, ou seja, entre os interlocutores e suas práticas discursivas. Os gêneros discursivos apresentam uma enorme importância no processo ensino-aprendizagem de produção e recepção de textos, pois os gêneros são mediadores da construção e constituição sócio-histórica da linguagem e do sujeito.

A partir desse princípio teórico, a obra tem como objetivo compreender e analisar, no processo de construção da escrita escolar, como os sujeitos que estão engajados prioritariamente em práticas discursivas orais vão compondo uma teoria do discurso escrito que o distingue da manifestação linguística falada, ao mesmo tempo que se evidencia uma interface entre ambas as modalidades.

Assumindo o pressuposto de que o oral está na escrita e vice-versa, analisa-se, neste livro, a interface constitutiva dessas modalidades em alguns gêneros textuais escritos do discurso escolar e suas consequências na produção de textos de alunos de 6º ano de uma escola particular em Minas Gerais. A análise aponta para a existência de um processo contínuo e dialético de complementação e influência mútuas entre oralidade e escrita com reflexos importantes no ensino-aprendizagem de língua materna”.

fique por dentro

OPORTUNIDADE PARA ALUNOS DE ADMINISTRAÇÃO
12 de agosto de 2022

OPORTUNIDADE PARA ALUNOS DE ADMINISTRAÇÃO

ATENÇÃO: INSCRIÇÕES PARA O FIES TERMINAM NO DIA 12/08
11 de agosto de 2022

ATENÇÃO: INSCRIÇÕES PARA O FIES TERMINAM NO DIA 12/08

PALESTRA “DESAFIOS DA NOVA ADVOCACIA CRIMINAL” SERÁ NO DIA 22/08
10 de agosto de 2022

PALESTRA “DESAFIOS DA NOVA ADVOCACIA CRIMINAL” SERÁ NO DIA 22/08

Skip to content